Existe uma Manipulação Pague Menos perto de você. Conheça o endereço de nossas lojas.

SAIBA MAIS


 Desenvolvemos produtos de qualidade para você. Veja nossa linha completa.

SAIBA MAIS

Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas.

SAIBA MAIS

Seja bem-vindo ao nosso site!

Eficiência e qualidade em medicamentos manipulados. É isso que a Farmácia de Manipulação Pague Menos oferece aos seus clientes, além de uma completa linha de cosméticos para rosto, corpo, capilar e hipoalergênica.

Farmacêutico pode prescrever remédios vendidos sem receita

O Conselho Federal de Farmácia publicou em 29/08/2013 a Resolução nº 586 que regulamenta a prescrição farmacêutica.

A prescrição farmacêutica constitui uma das atribuições clínicas do Farmacêutico e deverá ser realizada com base nas necessidades de saúde do paciente, nas melhores evidências científicas, em princípios éticos e em conformidade com as políticas de saúde vigentes.

O ato do profissional Farmacêutico deve selecionar e documentar terapias farmacológicas e não farmacológicas, e outras intervenções relativas ao cuidado à saúde do paciente, visando à promoção, proteção e recuperação da saúde, e à prevenção de doenças.

Sua orientação visa à prática do uso seguro e racional de medicamentos, com o propósito de prevenir incidentes relacionados aos medicamentos, minimizar danos à saúde decorrentes do tratamento, incluir a seleção de opção terapêutica, a oferta de serviços farmacêuticos, ou o encaminhamento a outros profissionais ou a serviços de saúde. O Farmacêutico poderá realizar a prescrição de medicamentos e produtos com finalidade terapêutica cuja dispensação não exija prescrição médica, incluindo medicamentos industrializados e formulações magistrais (alopáticas ou dinamizados), plantas medicinais, drogas vegetais e outras categorias ou relações de medicamentos que venham a ser aprovadas pelo órgão sanitário federal para prescrição do Farmacêutico. Ainda de acordo com a resolução, o Farmacêutico poderá prescrever medicamentos cuja dispensação exija prescrição médica, condicionada à existência de diagnóstico prévio, conforme os protocolos institucionais ou normativas técnicas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e demais esferas de gestão sanitária que permitam o desenvolvimento de atividades de início, adição, manutenção, substituição, ajuste ou interrupção da farmacoterapia do paciente.

De acordo com o artigo 7° da Resolução 586/2013, o processo de prescrição farmacêutica é constituído das seguintes etapas:

I – identificação das necessidades do paciente relacionadas à saúde;

II – definição do objetivo terapêutico;

III – seleção da terapia ou intervenções relativas ao cuidado à saúde, com base em sua segurança, eficácia, custo e conveniência, dentro do plano de cuidado;

IV – redação da prescrição;

V – orientação ao paciente;

VI – avaliação dos resultados;

VII – documentação do processo de prescrição.

Referência:

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA.  Resolução nº 586 de 29/08/2013. In: Diário Oficial da União, seção 1. Brasília,set/2013.

Farmacêutico pode prescrever remédios vendidos sem receita

Farmacêutico pode prescrever remédios vendidos sem receita

O Conselho Federal de Farmácia publicou em 29/08/2013 a Resolução nº 586 que regulamenta a prescrição farmacêutica.

A prescrição farmacêutica constitui uma das atribuições clínicas do Farmacêutico e deverá ser realizada c...